Primeira corrida com o VFF Bikila

A primeira corrida:

O pessoal do Walter Tuche Assessoria Esportiva fica na Lagoa Rodrigo de Freitas, a uns 2,3km da minha casa, então eu estava aproveitando essa distancia (que eu sempre volto correndo mesmo) para ir me habituando a correr descalço.

No ultimo treino, foi um intervalado seguido por um treino funcional, eu estava um pouco cansado, mas decidi tentar correr os 2,3km de volta para casa totalmente descalço. Foi excelente! Nenhuma dor, meus pés nem reclamaram de correrem no asfalto sem proteção nenhuma, foi uma maravilha.

Quando recebi o VFF Bikila, quase não estava conseguindo me agüentar de vontade de ir correr com eles! Mas sei que devo me acostumar a correr “corretamente” de novo, então vou com calma.

Treino com Bikila

Esse final de semana, eu combinei de correr com a minha mulher, o ritmo dela é mais lento do que o meu, então achei a oportunidade perfeita para testar o meu novo VFF Bikila!

Saímos para correr na Lagoa Rodrigo de Freitas por volta das 8h da manhã, aqui no RJ precisamos sair para correr cedo, caso contrário, cozinhamos… Esse ultimo final de semana estava relativamente quente, quente o suficiente para fazer minha Val sofrer um bocado durante a corrida.

Começamos a nossa corrida na esquina de casa, eu estava adorando isso, começamos correndo na terra batida, um solo mais macio do que o asfalto que nos esperava a frente. Após quase 1,5km já tinha acabado essa maravilhosa terra batida e passamos para o asfalto mesmo, sem problemas até então.

2, 3, 4km passaram e eu comecei a sentir uma costura me perturbando, tinha certeza que viraria uma bolha até o final da corrida.

5km e tudo perfeito, eu comecei a sentir minha falta de condicionamento nos músculos do pé entre 5,5 e 6km, mas nada de mais, sem dores e sem stress. Estava sempre com atenção na minha postura e forma de correr.

Corremos 7,9km, no final eu estava com os pés um pouco, só um pouco cansados, mas sem dores, tirando a costura que a essa hora, já estava me incomodando bastante, eu considero normal, já que correr sem meia é uma coisa complicada, sempre fiquei com bolhas ao fazer isso. Na proxima corrida, não posso esquecer o esparadrapo para esse ponto com costura.

Como fazemos sempre, nos cumprimentamos pela corrida e voltamos para casa com muito calor, porém satisfeitos e contentes.

O VFF Bikila é um modelo muito confortável, achei melhor do que o KSO (meu primeiro VFF), o tamanho maior foi uma boa, já que não tive os problemas que eu tenho com o meu KSO, meus dedos não encostam na frente, portanto, nada de bolhas, unhas pretas ou dedos doloridos!

Essa foi uma corrida bem leve mesmo, eu ainda tenho que testar o Bikila em um treino forte/longo.

Ainda estou no período de adaptação, mas daqui em diante, só tenho a melhorar e fortalecer meus pés “engessados”! hahah!

Dica:

Se você vai tentar qualquer modelo de Vibram FiveFingers, vá de VFF Bikila primeiro, achei o mais confortável que eu já experimentei.

Bons treinos!

OBS: Não sou patrocinado nem tenho nenhum vínculo a Vibram FiveFingers, só estou dando minha opinião sincera sobre um produto que acho legal!

Vibram FiveFingers Bikila Unboxing

Recebi meu primeiro modelo de Vibram FiveFingers Bikila na semana passada, muito empolgado eu documentei através de fotos a abertura da caixa (“unboxing”).

Eu já tenho um VFF KSO que comprei na feira do IronMan Brazil 2011. Estou gostando muito desses sapatos de dedinhos!

Alguns curiosos vieram ver que pacote é esse, talvez uma bomba? 🙂

Vamos abrir o pacote que faz Tic-tac-tic-tac

A Mafalda é realmente muito curiosa, gatinha safada! 😉

A etiqueta que vem dentro da caixa, informações de como colocar no pé.

Finalmente! Ufa, não é nenhuma bomba!

Reparem de como o detalhe reflete muita luz, isso foi o flash vagabundo do meu telefone… Imagina a luz de um carro!

Botando no pé!

Muito confortável!

Detalhe da parte de dentro do pé.

Detalhe da sola, com as plaquinhas de borracha para melhor tração e a parte do arco do pé em EVA.

Lado a lado, Bikila do lado de fora e KSO no meio.

Comparação final das solas.

Conclusão:

O modelo VFF Bikila, é muito confortável, com as plaquinhas de borracha extras para distribuir o impacto mais uniformemente, fazendo com que o Bikila tenha um pouco mais de amortecimento do que o KSO, mas continua sendo um sapato bem minimalista mesmo, pode ser considerado sem amortecimento nenhum.

Eu acabei pedindo um tamanho de Bikila (tamanho VFF 43) maior do que o meu KSO (tamanho VFF 42), meus dedos não chegam a encostar na frente do sapato, mas em compensação, não ficam batendo lá na frente, o que me causa bolhas e unhas pretas.

Eu recomendo para qualquer um que queira entrar nessa onda de corrida minimalista os sapatos da Vibram FiveFingers, eles são muito leves e confortáveis, mas precisam de um período de adaptação.

Espero que a Vibram FiveFingers venha para ficar, pois é uma empresa legal com uma proposta muito boa!

No próximo post, vou falar sobre minhas impressões ao correr com o VFF Bikila.